Notícias

A Polícia Civil de São Paulo abriu um inquérito para investigar um pacote enviado para a deputada federal eleita Joice Hasselmann (PSL-SP) na semana passada.

  • Nenhum comentário

Portal das Gerais- O seu portal de Segurança Pública e Notícias –  edição Jane Huscher

A Polícia Civil de São Paulo abriu um inquérito para investigar um pacote enviado para a deputada federal eleita Joice Hasselmann (PSL-SP) na semana passada.

No dia 30 de novembro, a jornalista denunciou que recebeu uma encomenda que parecia um presente, mas que continha, na verdade, uma cabeça de porco, uma peruca loira e um bilhete com os dizeres “vai sofrer e vai morrer”.

Ela divulgou a informação por meio de um vídeo publicado em todas as suas redes sociais.

Segundo Hasselmann, essa não foi a primeira ameaça que recebeu. “Mais uma intimidação, mais uma ameaça de morte […] Eu não tenho medo de bandido, pode intimidar do jeito que for. Eu não tenho medo”, diz a parlamentar no vídeo.

A deputada eleita tem sido vista com um esquema reforçado de segurança particular. Segundo o site VEJA, ela teme ataques por ser ativista do estado de Israel.

Por meio de uma nota, a Polícia Civil afirmou que o Departamento Estadual de Investigações Criminais está comandando as investigações.

“O caso é investigado pela Polícia Civil por meio do DEIC, que realiza diligências e está ouvindo testemunhas. Imagens de câmeras de monitoramento estão sendo analisadas em busca da identificação do responsável pela entrega da encomenda”, diz a nota.

Deputada mais votada na história

Jornalista de formação, Hasselmann foi a deputada federal mulher mais votada no Brasil, com um milhão de votos por São Paulo. Ela só ficou atrás de Eduardo Bolsonaro que totalizou 1,8 milhão de votos.

analisadas bandido bilhete Brasil cabeça câmeras caso comandando criminais denunciou deputada deputada federal eleita encomenda enviado esquema formação identificação inquérito intimidar investigações investigado investigar jornalista medo monitoramento morrer mulher nota pacote parlamentar passada peruca loira polícia civil porco presente recebeu reforçado responsável segurança particular segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio semana sofrer testemunhas votada votos