Notícias

A Polícia Civil procura homem que estava preso por estuprar a cunhada que é deficiente mental. Foi solto e matou a própria filha, agrediu a esposa e fugiu

  • Nenhum comentário

De acordo com a polícia, uma viatura foi acionada para atender a uma ocorrência de violência doméstica, porém, quando a equipe estava a caminho do bairro, foi surpreendida por um menino de 6 anos pedindo socorro, dizendo o pai havia matado a irmã.

Os policiais militares foram até o sítio da família e encontraram Letícia Tanzi Lucas, de 13 anos, inconsciente e ferida na sala. A estudante foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada à Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos.

Horácio foi preso em junho deste ano, após ser condenado por estuprar a cunhada, que tem problemas mentais, em 2011.

Dias depois da prisão, no entanto, a família descobriu que a filha era abusada pelo pai e registrou um boletim de ocorrência contra ele.

Nesta terça-feira o juiz acatou o pedido do advogado de defesa e concedeu ao suspeito o direito de apelar em liberdade.

Segundo consta no boletim de ocorrência, ao ir para casa, ele começou a discutir com a mulher sobre o motivo dela e da filha terem aberto uma denúncia contra ele. Horácio ficou nervoso, agrediu a mulher com socos e tentou esganá-la. Ela conseguiu se desvencilhar e fugir para a casa de uma vizinha, para pedir socorro.

O documento policial relata que o homem trancou o filho mais novo no quarto e deu várias facadas na filha, que estava na sala. Em seguida, o criminoso fugiu por um matagal.

boletim criminoso cumprir cunhada facadas filha homem madrugada matagal matar motivo mulher ocorrência pena polícia civil portal das gerais procura segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio solto