Notícias

AgriMinas 2018 começa nesta quarta-feira em Belo Horizonte

  • Nenhum comentário

Por Portal das Gerais – Seu Portal de Segurança Pública e Noticias

Belo Horizonte recebe a partir desta quarta-feira, 11 de abril, na Serraria Souza Pinto, a 12ª edição da Agriminas, a Feira de Agricultura Familiar de Minas Gerais, maior evento do segmento no país. Realizada pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais, Fetaemg, que está completando 50 anos, a expectativa é receber mais de 70 mil visitantes entre consumidores, agricultores, técnicos, estudantes e lideranças rurais. A Agriminas 2018 deve gerar R$ 6 milhões em negócios.

A edição deste ano terá 400 expositores de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio Grande do Sul. Vale ressaltar que, a Fetaemg disponibiliza hospedagem e alimentação gratuitamente para todos os expositores. Os agricultores familiares não têm nenhum custo para expor na Feira. “A Agriminas é uma das principais vitrines de exposição da Agricultura Familiar em Minas Gerais e tornou-se referência na valorização da produção do campo, na geração de negócios para o setor e a capacitação para agricultores familiares, assentados da reforma agrária, quilombolas e indígenas”, ressalta Vilzon Luiz da Silva, presidente da Fetaemg e idealizador do evento.

Histórias que inspiram
Em 12 anos de história, a Agriminas já recebeu mais de 570 mil visitantes, gerando cerca de R$ 34 milhões em negócios durante o evento e pós-evento. A feira mobilizou mais de 45 mil agricultores familiares envolvidos de forma direta e indireta, cooperativas e associações. Mas, por trás de tantos números, estão histórias de superação, transformação e recomeço.

 

A Associação de Artesãos e Produtores Caseiros de Planalto de Minas, comunidade rural de Diamantina, participa pela segunda vez da Agriminas e vai apresentar uma coleção de bolsas produzidas a partir da fibra de palha de milho criada pelas artesãs. Quando o grupo foi criado, dois filhos de uma das artesãs aprenderam com ela a produzir bonecas de palha de milho e precisaram enfrentar o preconceito. “Com medo do julgamento dos moradores da comunidade, eles produziam as bonecas escondidos. Com o crescimento das vendas e o sucesso dos negócios, eles enfrentaram o preconceito da sociedade e não se esconderam mais. Hoje, são apicultores, casados, e ensinaram a arte às suas esposas, que dão continuidade à produção das bolsas”, conta o artesão Jovenilson.

A artesã Idalina Sodré, de Alto Jequitibá, participa pela primeira vez da feira com a “Desça do Salto, Vá de Chinelo”, sua empresa de produtos artesanais. A produção de chinelos artesanais começou há um ano após a artesã sofrer um acidente e ficar impossibilitada de trabalhar na roça. “Sofri um acidente de moto e tive uma lesão no pé. Assim, fiquei inabilitada de trabalhar no campo, já que sou uma produtora rural de café. Com isso, busquei alternativas para o meu sustento e descobri o artesanato. Fiz algumas pesquisas e comecei a fazer chinelos artesanais”, conta Idalina Sodré.

A Associação das Mulheres das Flechas, ASMUF, também participa pela primeira vez da Agriminas e traz produtos sem conservantes e corantes. A grande novidade que será apresentada pelas mulheres de Abre Campo é o bolo de arroz. Já o Fórum Regional de Economia Solidária do Vale do Mucuri, Ecosol, expõe artesanato indígena e bijuterias. Além de mel, derivados da mandioca, doces, geleias, rosca artesanal e salgados. A EMS Cerâmica, de Riacho dos Machados, venderá peças feitas à mão como pratos lisos e decorados, jogo de bule, canecas, buião, botija, entre outros.

Participando da Feira pela 10ª vez, a agricultora Zilmar Rosa dos Santos é conhecida pelos visitantes da Agriminas pela famosa tapioca que produz. “As tapiocas fazem o maior sucesso na feira, sempre levo porque a venda é garantida. E, para este ano, a novidade que vou apresentar é o pirão de galinha caipira, além do caldo de frango”, conta Zilmar Rosa que é uma das associadas da Associação dos Pequenos Produtores Rurais de Almenara, APRA. A agricultora conta ainda que a Feira é uma importante vitrine para os agricultores familiares. “A Agriminas valoriza a força feminina que vem do campo, é a valorização da agricultura familiar. Este ano, por exemplo, participarão da feira 10 mulheres da APRA”, destaca Zilmar. Além das tapiocas, a APRA vai comercializar farinha, bijus, bolos e biscoitos, tudo feito à base de mandioca.

Produtos famosos e tradicionais também têm espaço na Feira, como a Cachaça Terra de Ouro, de Salinas, Norte de Minas, conhecida como a cidade nacional da cachaça. A Terra de Ouro apresentará na feira as versões tradicional e especial para caipirinha. A tradicional é a cachaça de alambique, com aparência cristalina e aroma puro de cachaça artesanal. Já a especial para caipirinha é produzida especialmente para drinks. A Terra de Ouro participou de todas as edições da Agriminas e este ano trará algumas novidades para o público: coquetéis de banana e de mel com canela feitos de cachaça.

Shows Agriminas 2018
Além dos principais produtores da agricultura familiar do Estado, o visitante da Agriminas poderá conferir shows que vão embalar as noites da Serraria Souza Pinto. Na quinta-feira, 12, o cantor Zé Wilson se apresenta às 19h30. Já na sexta-feira, 13, é a vez da dupla Edmar e Samuel, também às 19h30. O Trio Boca Quente é o responsável por animar a noite de sábado, 14, a partir das 19h30. E, no último dia da Agriminas, domingo, 15, os cantores Jhonny e Paulo Roberto sobem ao palco da Serraria às 11h.

Os ingressos para o evento serão comercializados por R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 (meia), na bilheteria da Serraria. A entrada é gratuita para crianças até 10 anos e para idosos acima de 60 anos. Na quarta-feira, 11, a feira é das 18h às 22h. Quinta e sexta, das 14h às 22h. Sábado, das 8h às 22h. E, domingo, último dia da Agriminas, das 8h às 17h. É importante destacar que, diariamente, a bilheteria da Serraria Souza Pinto funcionará até 1h antes do encerramento da Feira.

 

 

corpo de bombeiros policia civiil de minas gerais policia de minas gerais policia militar de minas gerais portal das gerais Rede Gerais de Comunica~ção rede gerais de radio Segurança Pública segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio