Notícias

Após uma reunião realizada na manhã desta segunda-feira (24), representantes das empresas de transporte público de Belo Horizonte e BHTrans não chegaram a um acordo sobre o reajuste das passagens. Nova reunião foi agendada para quarta-feira(26).

  • Nenhum comentário

Portal das Gerais- O seu portal de Segurança Pública e Notícias – edição Jane Huscher

Após uma reunião realizada na manhã desta segunda-feira (24), representantes das empresas de transporte público de Belo Horizonte e BHTrans não chegaram a um acordo sobre o reajuste das passagens. Uma nova reunião pode ser realizada na quarta-feira (26), mas não houve confirmação oficial da data.

O  Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH) não aceita a proposta da administração municipal de nova tarifa de R$ 4,50, mas também não divulga qual é o valor pleiteado pelos empresários do setor. Na sexta-feira passada (21), a auditoria sobre o transporte na cidade indicou que a passagem deveria custar R$ 6,35.

“As empresas vieram reafirmar que não conseguem cumprir o que nós colocamos na reunião de sexta-feira”, afirmou Célio Bouzada, presidente da BHTrans. Além de propor uma tarifa de R$ 4,50, a BHTrans exigiu que as empresas contratassem 500 cobradores e melhorassem a qualidade do serviço. Também foi requerida a colocação de 300 novos ônibus com ar condicionado em circulação.

O presidente da BHTrans disse ainda que a administração municipal compreende que houve um aumento de gastos por parte das empresas – como 24% na elevação dos preços do diesel nos dois últimos anos – e, por isso, reconhece que deve haver um reajuste no valor da passagem. Mas se deve levar em conta a capacidade do usuário em arcar com o aumento dos custos no transporte.

Joel Paschoalin, presidente do Setra-BH, afirmou que as empresas não têm condições financeiras para atender às exigências da BHTrans. Ele também não divulgou qual seria o preço de passagem pleiteado pelos empresários. “Estamos reivindicando um equilíbrio no contrato, para continuar investindo na frota”, disse.

Segundo ele, os empresários vão se reunir esta semana para debater com maior profundidade os resultados da auditoria apresentados na sexta-feira, antes de trazer à administração pública um posicionamento.

*com informações de Hoje em Dia

administração ar condicionado arcar auditoria aumento capacidade cidade circulação cobradores colocação condições contrato custos debater diesel elevação empresários empresas equilíbrio exigências financeiras frota investimento ônibus passagens pleiteado portal das gerais preços profundidade proposta público qualidade reajuste realizada representantes resultados reunião segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio serviço tarifa transporte usuário