Notícias

Aprovados em concurso para Samu do Triângulo Norte, reclamam da demora para início do trabalho: 3 anos

  • Nenhum comentário

Portal das Gerais- O seu portal de Segurança Pública e Notícias –  por Jane Huscher

Aprovados no processo seletivo do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), da região Triângulo Norte, começaram a ser empossados no dia 16 de maio, com a garantia de que os contratos seriam assinados durante uma solenidade esta semana, em Uberlândia. Mas, o evento foi cancelado devido a mais um adiamento para o início dos trabalhos.

O gerenciamento do Samu na região, informou que os profissionais convocados já estão empossados e aguardam o início do exercício da função, que apenas ocorrerá com o começo da operação do Samu Triângulo Norte. Os profissionais só serão remunerados a partir do momento em que os contratos de trabalho forem assinados.

Alguns desses profissionais, se manifestam, principalmente utilizando as redes sociais, para exprimir o quanto estão desanimados com a situação sem saber quando será divulgado um novo cronograma de atividades prévias para a inauguração do serviço, que agora foi transferida para 3 de julho.

A técnica de enfermagem Leonice Aparecida Silva, de 46 anos, uma das aprovadas, disse que está em situação complicada: “É uma situação muito constrangedora e de desespero. Estava em um emprego e pedi demissão porque fizeram uma reunião conosco para começar os trabalhos dia 8, depois adiaram para 24 e agora só em julho. É essa incerteza desde 2016.”

Uma outra socorrista relata que está bastante frustrada. São quase três anos de espera, após sua aprovação no processo seletivo e ela contava com a assinatura do contrato essa semana. Reclamou, após saber de mais um adiamento.

As cidades atendidas quando tudo estiver em pleno funcionamento, são: Araguari, Cascalho Rico, Indianópolis, Tupaciguara, Araporã, Monte Alegre de Minas, Prata, Nova Ponte, Patrocínio, Monte Carmelo, Coromandel, Abadia dos Dourados, Douradoquara, Grupiara, Estrela do Sul, Romaria, Iraí de Minas, Ituiutaba, Campina Verde, Santa Vitória, Gurinhatã, Ipiaçu, Capinópolis, Cachoeira Dourada, Canápolis e Centralina.

Enquanto isso, ambulâncias permanecem paradas e em processo de deteriorização, por falta de uso.

adiamento aprovadas aprovados atendidas cidades contratos corpo de bombeiros policia civiil de minas gerais policia de minas gerais policia militar de minas gerais portal das gerais Rede Gerais de Comunica~ção rede gerais de radio Segurança Pública desanimados emprego funcionamento paradas portal das gerais processo profissionais reclamou região samu segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio semana socorrista trabalho triângulo norte