Notícias

Bandido se dá mal ao tentar assaltar lutadora de MMA.

  • Nenhum comentário

Portal das Gerais- O seu portal de Segurança Pública e Notícias –  edição Jane Huscher

Por volta das 20h do último sábado (05), um ladrão tentou roubar o celular da lutadora peso-palha do UFC Polyana Viana no Rio de Janeiro.

Polyana contou  que estava esperando um Uber em frente ao seu prédio em Jacarepaguá, Zona Oeste carioca, quando um homem a abordou, perguntando a hora. Ela respondeu e ele não foi embora.

“Então eu coloquei meu celular na cintura e ele disse: ‘me passa o telefone, não tente reagir, porque estou armado’. Então, ele colocou a mão sobre uma arma, mas percebi que era muito leve”, contou a lutadora ao portal. “Ele estava muito perto de mim. Então eu pensei que se era uma arma, ele não teria tempo de puxá-la. Me levantei e dei dois socos e um chute. Ele caiu e eu o peguei em um mata-leão”.

Após a sequência de golpes, Polyana diz que sentou com o ladrão e disse para que eles esperassem a polícia. Mais tarde, ela soube que realmente não era uma arma e sim, um revólver feito de papelão.

Até que esperassem a polícia, a peso-palha manteve o ladrão imobilizado em uma kimura (uma chave de braço) enquanto pediu para as pessoas que estavam passando chamarem a polícia. Segundo Polyana, o bandido foi levado para uma unidade de emergência para ser atendido por conta de seus ferimentos e depois, encaminhado para a delegacia. Ele já tinha passagem para a polícia.

Polyana afirmou  que estava calma durante toda a ação. “Eu estava bem porque ele não teve nenhuma reação depois. Ele levou os socos muito rápido, acho que ficou com medo e não reagiu mais. Ele disse para eu deixa-lo ir e eu disse que não deixaria até ligar para a polícia. E ele disse: ‘chame a polícia, então’ porque ele estava com medo que eu o batesse mais”.

Não é a primeira vez que isso acontece com a lutadora. Antes de morar no Rio de Janeiro, ela morava em Belém e disse que, ao chegar em casa, foi abordada por dois homens em uma moto. Um deles desceu, quebrou o guarda-chuva e tentou pegar o celular, mas ela o deu um soco na cara.

“Dessa vez eu estava com medo, talvez porque eles eram em dois. Mas acho que ele estava mais assustado do que eu, porque pulou na moto e foi embora”, disse.

A última luta de Polyana foi no UFC 227, em agosto, contra JJ Aldrich, onde a americana venceu por decisão dos árbitros. Ela ainda não tem nenhuma luta marcada.

*com informações MSN

abordada ação aguardando americana arma assustado bandido batesse casa celular delegacia dois embora encaminhado ferimentos hora jacarepaguá luta lutadora marcada morava moto papelão peso-palha polícia polýana portal das gerais prédio reagiu revóver roubar segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio socos uber unidade