Notícias

COMEÇA HOJE O CRONOGRAMA DE INSCRIÇÃO DO ENEM 2019

  • Nenhum comentário

O Inep anunciou melhorias na segurança da prova

O Sistema mostra o passso-a-passo para inscrição do(a) candidato (a)


A partir deste 1 de abril, os candidatos ao Enem 2019 já podem apresentar solicitação de isenção e justificativa de ausência, através do site do Enem. Este prazo vai até o dia 10, próxima quarta-feira. Confira, abaixo, as outras datas do processo de inscrição. A taxa cobrada será de R$ 85.

O Governo Federal, tradicionalmente, custeia, integralmente, o Enem para pelo menos 70% dos participantes. Tem direito à isenção o participante que se encaixa nos três perfis abaixo:

•Está cursando a última série do Ensino Médio, em 2019, em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar;

•Cursou todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada; além de ter renda, por pessoa, igual ou menor que um salário mínimo e meio;

•Está em situação de vulnerabilidade socioeconômica por ser membro de família de baixa renda com Número de Identificação Social (NIS), único e válido; além de ter renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

O participante que já teve isenção no ano passado, faltou aos dois dias de prova, e quer isenção também em 2019, precisa cumprir uma etapa a mais: fazer a justificativa de ausência, também entre 1º e 10 de abril, no Sistema do Enem.

Inscrição

O resultado da solicitação de isenção e da justificativa de ausência será divulgado em 17 de abril, uma quarta-feira, daqui a duas semanas. Se forem negados, o participante tem direito a recorrer da decisão entre 22 e 26 de abril. Importante destacar que, se for aprovado, não significa que o participante está inscrito. Todos os candidatos precisam fazer inscrição, inclusive aqueles que tiverem a isenção aprovada. O período de inscrição será de 6 a 17 de maio, também no Sistema Enem. A taxa de inscrição pode ser paga até 23 de maio.

Acessibilidade

A Política de Acessibilidade e Inclusão do Inep garantirá atendimento especializado, específico e por nome social aos participantes que comprovarem necessidade. Além dos três tipos de atendimentos, são mais de 13 recursos de acessibilidade. Surdos, deficientes auditivos e surdocegos deverão informar, durante a inscrição, se usam aparelhos auditivos ou implantes cocleares. As solicitações, com exceção do nome social, devem ser feitas durante a inscrição.

Cronograma Enem 2019

1 a 10/4:

Solicitação de isenção e justificativa de ausência

17/4:

Resultado da solicitação de isenção e justificativa de ausência

22 a 26/4:

Recurso de solicitação de isenção e justificativa de ausência

2/5:

Resultado do recurso de solicitação de isenção e justificativa de ausência

6 a 17/5:

Inscrição e solicitação de atendimento específico e especializado

6 a 23/5:

Pagamento da taxa de inscrição

3 e 10/11:

Provas

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 terá um novo sistema de inscrição, mais interativo, e será solicitada, de forma opcional, a inclusão de foto. Outra mudança é na segurança: será eliminado o participante que deixar seu aparelho eletrônico emitir qualquer tipo de som durante a prova e, todos os lanches passarão por revista. O candidato poderá, ainda, se beneficiar de um aplicativo de orientação profissional.

O Inep assegura que o espaço para rascunho da redação (pautado) e cálculos está garantido, só não será uma folha avulsa. ‘A área para rascunho virá ao final no caderno de questões e pode ser destacada. Com isso, haverá economia para os cofres públicos, mantendo o mesmo espaço útil para rascunhos.’, explica o Instituto.

O Enem é realizado anualmente pelo Inep, autarquia do Ministério da Educação (MEC). Em 21 edições, já recebeu 100 milhões de inscrições. O Enem avalia o desempenho do estudante viabiliza o acesso à Educação Superior – por meio do Sisu, Prouni e Instituições Portuguesas – e a financiamento e apoio estudantil, via Fies. Os dados do Enem também permitem autoavaliação do estudante o desenvolvimento de estudos e indicadores educacionais. O Exame é aplicado em dois domingos e tem quatro provas objetivas, com 180 questões, e uma redação.