Notícias

Cruzeiro divulga nota sobre caso Arrascaeta. Jogador não se apresentou pelo segundo dia consecutivo.

  • Nenhum comentário

Portal das Gerais- O seu portal de Segurança Pública e Notícias –  edição Jane Huscher

A cada momento um novo capítulo e mais barulho. Após o empresário Daniel Fonseca e o meia-atacante Arrascaeta publicarem notas falando do momento conturbado com o clube, o Cruzeiro também se manifestou por meio de comunicado oficial.

Em sua página na internet, que chegou a “cair” por, imagina-se, muito trânsito online, a diretoria celeste se defende das acusações e, ainda, acusa o empresário de Arrascaeta de tentar forçar a saída do jogador do clube.

No documento, o Cruzeiro ainda cita que Arrascaeta é uma “vítima” do empresário.

Nessa quinta-feira, Daniel Fonseca esteve na Toca da Raposa II e verbalizou ao Cruzeiro que o Flamengo havia feito proposta de 10 milhões de euros por Arrascaeta. O Cruzeiro, segundo o vice-presidente de futebol Itair Machado, não aceitou o valor apresentado, e daí começaram as inúmeras divergências e atritos. Inclusive, culminando com a não apresentação de Arrascaeta para o início da pré-temporada.

O próprio Arrascaeta, que tem contrato até o fim de 2021, publicou uma nota explicando que teria sido, junto de seu empresário, intimidado pelo vice de futebol da Raposa no encontro. Fato desmentido pelo Cruzeiro em nota que você lê abaixo na íntegra.

Leia a nota oficial do Cruzeiro sobre o imbróglio envolvendo Arrascaeta

1. Em razão das declarações públicas do atleta Giorgian de Arrascaeta, informamos que, em momento algum da reunião ocorrida na última quinta-feira, o Cruzeiro EC ou seus representantes utilizaram expressões que pudessem gerar qualquer tipo de conflito com o atleta ou seu representante, reunião esta que contou com a participação de várias outras pessoas que testemunharam o ocorrido. Ao contrário, foi o Sr. Daniel Fonseca que a todo tempo instigou a desarmonia e desrespeitou a instituição e seu próprio representado, ameaçando retirar o atleta do Clube, como de fato vem tentando fazer. Nada houve entre Clube e atleta, o que nos causa surpresa em sua declaração.

2. Entretanto, ao que parece, a intenção já manifestada pelo procurador do atleta é promover o rompimento forçado do seu contrato de trabalho com o Cruzeiro EC, onde cria circunstâncias, faz ilações e deturpa fatos, a fim de criar um inexistente clima de hostilidade entre Clube e jogador, com o mau propósito de se valer indevidamente de fatos mentirosos para mover ações judiciais que poderiam lhe retirar do Clube. Mas o Cruzeiro EC confia na justiça e nas leis brasileiras, que não se curvarão a essas mentiras.

3. Admira-nos também a ilação feita de que ao final da reunião de quinta-feira, o atleta e seu procurador teriam recebido vários telefonemas e ameaças, com suposta relação entre o insucesso da reunião e o vazamento do número de seu telefone. Como é fato público, foi o próprio atleta que divulgou em entrevista recente que concedeu em 29/11/2018, de que seu número de celular já havia vazado ao público há bastante tempo, ou seja, demonstração de que não há verdade na ilação feita.

*Com informações Hoje em Dia

acusações barulho cair capitulo clube comunicado oficial conturbado desarmonia empresário internet intimidado jogador manifestou mentiras momento nota portal das gerais publicou representantes reunião segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio trânsito