Notícias

CRUZEIRO EMPATA COM O AVAÍ EM 2 X 2, NO ESTÁDIO DA RESSACADA, EM FLORIANÓPOLIS

  • Nenhum comentário

Após sair atrás no placar duas vezes, o Cruzeiro foi guerreiro e, mesmo com um jogador a menos em campo nos instantes finais da partida, empatou em 2 x 2 com o Avaí, na tarde deste domingo, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Pedro Rocha e Sassá marcaram os gols  do Cruzeiro, que volta a campo contra o Santos, no próximo domingo, às 16h, no Mineirão, em partida que marcará a estreia de Rogério Ceni como técnico da Raposa.

O jogo

Jogando em casa e apoiado pelo torcedor local, o Avaí iniciou o jogo com uma postura ofensiva e chegou com perigo ao ataque pela primeira vez aos 11 minutos, em um chute de fora da área de Pedro Castro, que Fábio defendeu com segurança.

Comandado interinamente por Ricardo Resende, técnico do time sub-20, o Cruzeiro equilibrou rapidamente as ações e começou a rondar a área adversária. Aos 15, Robinho recebeu passe na entrada da área e perdeu o domínio da bola antes de finalizar.

Mas, aos 22, após cobrança de falta pela esquerda, Pedro Castro finalizou para o gol, na saída de Fábio, que nada pode fazer no lance. Avaí 1 x 0.

O Cruzeiro respondeu com um chute forte e de Pedro Rocha, obrigando Vladimir a fazer uma grande defesa. Melhor em campo, a equipe celeste teve outras chances de empatar ainda no primeiro tempo.

A primeira delas em uma falta cobrada por Robinho, que Vladimir fez importante defesa, no ângulo, colocando a bola para a linha de fundo. Marquinhos Gabriel cobrou o escanteio e Dedé cabeceou com muito perigo, à direita do gol.

Aos 44, Sassá ganhou a disputa de bola com os zagueiros do Avaí e tocou para Robinho, que finalizou para fora.

Ariel Cabral – Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Reação

O Cruzeiro começou a etapa final com mais presença ofensiva, mas levou um susto logo no primeiro minuto, em um chute cruzado de Pedro Castro, que acertou a trave.

A Raposa seguiu em busca do empate, que quase veio em uma finalização de longe de Edilson, para fora.

Aos 17, o atacante Pedro Rocha deixou tudo igual, em um lance que começou com uma grande jogada de Marquinhos Gabriel. O meia celeste driblou Marquinhos Silva e chutou no canto. Vladimir fez grande defesa e, no rebote, Pedro Rocha empatou. 1 x 1.

Dois minutos depois, Marquinhos Gabriel finalizou de longe e Vldimir defendeu, evitando a virada cruzeirense.

Mas, aos 27, o árbitro Paulo Roberto Alves Júnior marcou pênalti de Egidio em João Paulo. O árbitro consultou o VAR, que confirmou a penalidade. Brenner cobrou e marcou. Avaí 2 x 1.

Aos 37, Edilson recebeu o segundo cartão amarelo, por reclamação, e deixou o Cruzeiro com um jogador a menos em campo, aumentando ainda mais as dificuldades da equipe celeste na partida.

Mesmo com inferioridade numérica, a Raposa pressionou o time da casa até nos instantes finais do confronto empatou aos 47, através de Sassá, após passe preciso de David. O árbitro consultou novamente o VAR, que confirmou o gol do Cruzeiro, deixando o placar empatado. 2 x 2.

AVAÍ 2 X 2 CRUZEIRO
Motivo: 14ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 11/08/2019 (domingo)
Local: estádio da Ressacada, em Florianópolis-SC
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior-PR (CBF-AB)
VAR: Adriano Milczviski-PR (CBF-AB)
Gols: Pedro Castro, aos 22 min. do 1º tempo; Pedro Rocha, aos 17 min., Brenner, aos 29 min., e Sassá, aos 47 min. do 2º tempo
Avaí: Vladimir; Léo (Iury), Betão, Marquinhos Silva e Paulinho; Pedro Castro, Richard Franco e João Paulo; Lourenço (Caio Paulista), Brenner e Bruno Sávio (Douglas)
Técnico: Alberto Valentim
Cruzeiro: Fábio; Orejuela (Edilson), Dedé, Léo e Egídio (Dodô); Henrique, Ariel Cabral (David), Robinho e Marquinhos Gabriel; Pedro Rocha e Sassá
Técnico: Ricardo Resende (interino)
Cartões amarelos: Robinho e Edilson (Cruzeiro); Vladimir e Douglas (Avaí)
Cartões vermelhos: Edilson (Cruzeiro); Léo (Avaí)

#Cruzeiro #empata #havai #Ressacada #esportes #Campeonato Brasileiro