DEFESA CIVIL GARANTE DESTINOS SEGUROS PARA TURISTAS

  • Nenhum comentário

Ouro Preto, Serra do Caraça e Inhotim podem ser visitados neste feriadão de Semana Santa

Projeção feita pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais estima que o feriado da Semana Santa vai injetar R$ 42 milhões na economia mineira. Um fluxo de quase 300 mil turistas é esperado neste período nas principais cidades do estado, especialmente naquelas voltadas ao turismo religioso, como Congonhas, Diamantina, Mariana, Ouro Preto, Sabará, São João del-Rei e Tiradentes.

Historicamente, Minas Gerais é destino turístico durante o feriado. Para quem está se programando para viajar nos próximos dias, a Defesa Civil de Minas Gerais assegura que o turista pode incluir como roteiro o centro histórico de Ouro Preto, a região da Serra do Caraça, entre Catas Altas e Barão de Cocais, e o Museu Inhotim, em Brumadinho. ‘Estes locais não estão inseridos nas áreas de risco das barragens e, portanto, são totalmente seguros para quem deseja conhecer ou aproveitar seus atrativos turísticos.’, afirma a Instituição.

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, visitou nesta quarta-feira (17) o Inhotim e, ao lado do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, ressaltou a segurança dos locais. “Estamos na Semana Santa e destaco que essa maravilha natural que é o Inhotim não foi atingida pelo rompimento da barragem de Brumadinho, assim como as cidades históricas mineiras, que estão livres para visitação, tudo fora de perigo e sem estradas interditadas”, assegurou também o Governador.

Representante da Defesa Civil, o capitão Herbert Aquino confirmou a informação para quem deseja se deslocar para essas regiões. “Essa é uma informação importante para quem está montando a programação para o feriado. Algumas barragens se encontram em emergência e isso tem feito com que as pessoas fiquem em dúvida se determinadas áreas são ou não seguras para o turismo. As regiões de Ouro Preto, Inhotim, em Brumadinho, e Caraça são áreas seguras, não estão inseridas em nenhuma área de risco das barragens em emergência. Quem está se programando para visitar essas locais pode ter tranquilidade, há segurança”, reforça o Capitão.

“A Defesa Civil continua acompanhando 24 horas a situação das barragens do estado e desenvolvendo ações de comunicação, deixando a população informada, especialmente quem mora em área de risco”, completa Hebert Aquino.

Nessa quarta-feira (17), a Defesa Civil informou que o trecho entre os quilômetros 37 e 40 da BR-356, que liga Belo Horizonte a cidades históricas, terá o transito liberado nos dois sentidos e funcionará em operação assistida, ou seja, será monitorado 24 horas por dia pelas autoridades, facilitando o tráfego de veículos na região.

Programação

Para auxiliar os turistas durante o feriado, a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo iniciou nas redes sociais e no site www.minasgerais.com.br/pt/semana-santa a campanha “Venha Viver a Semana Santa em Minas Gerais”. O objetivo, segundo o Superintendente de Políticas de Turismo, Rafael Almeida de Oliveira, é reunir as informações disponíveis e auxiliar quem quer visitar o estado durante a festividade. “A partir desses canais estamos divulgando informações da Defesa Civil a respeito da situação das barragens e tranquilizando os visitantes sobre as áreas que não possuem risco de visitação, tais como Ouro Preto, Brumadinho (Inhotim), Serra do Caraça, Tiradentes, dentre outros”, explica o Superintendente.

Ainda de acordo com Rafael Almeida de Oliveira, a programação da Semana Santa é uma das mais importantes e tradicionais de Minas. “Além dos eventos religiosos e culturais, os visitantes também podem aproveitar destinos de cachoeiras, cidades históricas, gastronomia e outras opções para quem quer simplesmente descansar”, destaca.

A cidade de Ouro Preto, por exemplo, é considerada um destino imperdível durante a Semana Santa. Além do cenário propício, que relembra a paixão de Cristo, são realizados atos religiosos para celebrar a data. Junto aos ritos religiosos, há uma produção na cidade para receber milhares de turistas, oferecendo atrações durante a semana como encenações litúrgicas nas escadarias e adros das igrejas, via sacras com quadros vivos, filmes e folheteria, com o histórico e a descrição das cerimônias, indicando rituais e locais, exposições de artes em diversas salas e galerias da cidade, além da confecção do tradicional tapete com cerca de 22 quilômetros, feito com serragem, borra de café, raspa de couro e afins.

Há programação prevista também em Catas Altas, vizinha a Barão de Cocais: a Serra do Caraça Bier Fest – Festa de Cervejas Artesanais. A programação completa do feriado está disponível no site www.minasgerais.com.br/pt/semana-santa.

Fonte: Agência Minas