Notícias

DEPUTADO SARGENTO RODRIGUES COBRA, MAIS UMA VEZ, A INSTAURAÇÃO DA CPI DE BRUMADINHO NA ALMG(Assembleia Legislativa de Minas Gerais)

  • Nenhum comentário

Portal das Gerais- O seu portal de Segurança Pública e Notícias –  edição Jane Huscher

Na tarde desta quinta-feira, 28/2/2019, durante a reunião ordinária de plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), o deputado Sargento Rodrigues destacou a Questão de Ordem, de sua autoria, cobrando que o Presidente da Casa instaure a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar os danos causados pela tragédia, ocorrida em Brumadinho, no dia 25 de janeiro de 2019. Rodrigues também afixou duas faixas nas galerias do plenário da ALMG com os seguintes dizeres: “Mais de 300 vítimas em Brumadinho. A ALMG vai ficar de braços cruzados? CPI já!”.

O parlamentar deixou claro que a ALMG não pode abrir mão de um instrumento tão poderoso como uma CPI. “Muitas vezes as pessoas que ouvem, do lado de fora, a gente falar de uma CPI não compreendem a dinâmica e o Poder que esta comissão possui. Enquanto um delegado de polícia leva seis meses para quebrar um sigilo bancário, na CPI, esse mesmo sigilo é quebrado, apenas, com a leitura de um requerimento, ou seja, em menos de um minuto”, disse.

Sargento Rodrigues lembrou, ainda, que na última terça-feira, 26 de fevereiro, durante a audiência pública na Comissão de Segurança Pública, a Promotora de Justiça, Marta Alves Larcher, afirmou que a Vale já tinha um estudo de impacto de risco e que a empresa sabia, desde junho do ano passado, que a barragem de Brumadinho era de alto risco. “Das 57 barragens, a Vale sabia que 10 eram de alto risco. A Promotora também informou que a Vale tinha um estudo, onde mostrava os gastos que a empresa poderia ter com a indenização das mortes, como também indenização patrimonial, do meio ambiente, ou seja, de todo impacto, que seria causado se houvesse o rompimento de uma barragem. Aquilo foi calculado, ou seja, preferiram pagar essas indenizações e continuar funcionando porque era muito mais lucrativo. Uma mineradora recebe bilhões”, afirmou. Segundo o deputado, essa tragédia é criminosa e os diretores da Vale devem ser interrogados, feito inquéritos, processados e presos. “Aquela tragédia não pode ficar impune”, completou.

Ao final, Sargento Rodrigues conclamou aos colegas, deputados e deputadas, a também cobrar do Presidente da ALMG a assinatura despachando o requerimento da CPI.

almg barragem brumadinho colegas criminosa deputado despachando empresa impune Justiça portal das gerais presidente presos processados promotora requerimento rompimento segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio