Notícias

DEPUTADO SE NEGA A DISCUTIR NÚMEROS DO GOVERNO E REFORÇA REIVINDICAÇÕES DA CLASSE DA SEGURANÇA PÚBLICA DE MG

  • Nenhum comentário

O Tema foi discutido em reunião com comandantes e representantes da categoria

O deputado Sargento Rodrigues participou na manhã dessa quinta-feira (08/08) de reunião com os Comandantes-gerais da Polícia Militar, Coronel Giovanni Gomes, e do Corpo de Bombeiros, Coronel Edgar Estevo da Silva, associações de classe e demais representantes dos servidores da segurança pública. No convite, os comandantes informaram que a pauta seria para tratar de assuntos de grande interesse da classe.

A reunião iniciou com uma apresentação feita pelos comandantes, sobre os números do Governo em relação a arrecadação, gastos com as corporações e demais servidores, déficits e previsões. Na sequência, o Coronel Oswaldo falou sobre a questão dos militares na reforma da Previdência e o diretor do IPSM, Coronel Vinícius Rodrigues, prestou contas sobre o instituto.

O deputado Sargento Rodrigues foi primeiro a receber a palavra e iniciou sua fala deixando clara sua posição de não discutir números com o governo. “Respeito muito os comandantes, mas esses números não são assuntos de grande interesse da classe. Esta minha posição já é conhecida por todos aqui e faço questão de reforçá-la. Com Governo, discutimos direitos e reivindicações. Entendo a posição dos comandos, que fazem parte da estrutura do Executivo, mas eu só estou como deputado, há seis mandatos, porque represento minha classe. É minha obrigação defendê-la sempre e faço um apelo para que os senhores também nos ajudem luta”, afirmou.

O deputado ressaltou que todas as cobranças que têm sido feitas são de direitos e não de privilégios. “Não abrimos mãos da nossas reivindicações, principalmente de dois pontos, que são prioritários: REPOSIÇÃO DAS PERDAS INFLACIONÁRIAS E RETORNO Do PAGAMENTO INTEGRAL NO 5° DIA ÚTIL. O pagamento em dia do 13° de 2019 também é uma exigência de todos os servidores. Precisamos cobrar do governo que envie, urgentemente, para a Assembleia Legislativa um projeto de lei com o cronograma para a reposição das perdas inflacionárias, para ser aprovado ainda este ano”, pontuou Sargento Rodrigues. Ele reafirmou que se mantém na luta, ao lado da classe, e que estará, como sempre esteve, ao lado da tropa na manifestação do próximo dia 22. “Estamos abertos ao diálogo com o governo, mas para discutir nossa pauta de reivindicações, que já é do conhecimento de todos”, afirmou.

#Deputado Sargento Rodrigues #se nega #números do governo #reivindicações da classe #segurança pública #Manifestação #classe #MG