Notícias

Diretor do Galo Bebeto de Freitas morre após passar mal na Cidade do Galo

  • Nenhum comentário

Por Redação Portal das Gerais

Ele estava em um evento de apresentação da equipe de futebol americano do alvinegro

em nota o Atlético lamentou o fato e decretou luto de três dias. “É com muito pesar que informamos o falecimento de Bebeto de Freitas, Diretor de Administração e Controle do Atlético, nesta terça-feira. “Bebeto sofreu uma parada cardíaca, pouco depois de participar de um evento na Cidade do Galo. O Diretor foi atendido prontamente, mas não resistiu. O clube decretou luto oficial de três dias”.

Um nome mundial no esporte

Bebeto de Freitas  chegou ao Atlético  em 1999, na gestão de Nélio Brant. Ele foi  o responsável por implementar uma gestão mais profissional no clube, voltando pouco depois, em 2001. No período no Galo, ajudou o clube a conquistar o Campeonato Mineiro e ser vice no Brasileirão de 1999. Em 2001, levou o clube alvinegro ao quarto lugar do torneio nacional.

No ano passado, Bebeto assumiu a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer na gestão de Alexandre Kalil na prefeitura de Belo Horizonte, no início de 2017. Com a eleição de Sérgio Sette Câmara para presidente do Atlético-MG, no final do ano passado, retornou ao clube mineiro, desta vez no cargo de diretor de Administração e Controle.

Seu nome de batismo era Paulo Roberto Freitas e estava com  68 anos de idade.  Bebeto  teve uma das carreiras mais respeitadas do mundo esportivo, com títulos e prestígio no vôlei e no futebol.

Após ser jogador de vôlei, assumiu a seleção brasileira da modalidade, sendo treinador da “geração de prata”, que encantou o mundo nos Jogos Olímpicos de 1984, em Los Angeles. Ele também comandou o Brasil na Olimpíada de 1988, em Seul. Logo após, teve passagem de grande sucesso no voleibol italiano, onde fez o Maxicono Parma ser um dos times dominantes da “Bota”, com cinco títulos entre 1990 e 1995. O bom retrospecto o levou a treinar a seleção italiana entre 1997 e 1998, sendo campeão da Liga Mundial em 1997. Seus feitos no voleibol o levaram a ser homenageado pelo Hall da Fama da modalidade, em 2015.

Comentários

corpo de bombeiros noticias de minas noticias do brasil policia civiil de minas gerais policia de minas gerais policia militar de minas gerais portal das gerais Rede Gerais de Comunica~ção rede gerais de radio Segurança Pública