Notícias

Falta de água pode atingir 40% dos pequenos negócios mineiros

  • Nenhum comentário

Por Redação Portal das Gerais

Conheça algumas ações que podem reduzir o desperdício e as chances de racionamento

Você sabia que em 15 minutos de uma torneira aberta pode significar 280 litros de água sendo jogada fora? E um buraco de 2 mm no encanamento pode esperdiçar 96 mil litros de água em um mês? E o pinga-pinga de uma torneira que em um ano pode levar ralo abaixo 16 mil litros de água limpa e tratada?

De acordo com um levantamento do Sebrae, no ano passado, 17% das Micro e Pequenas Empresas (MPE) mineiras foram atingidas pelo desabastecimento de água. Dessas, 54% adotaram alguma ação para reduzir o consumo de água. Mesmo com as chuvas volumosas que estão ocorrendo desde o início do ano, 40% dos empresários mineiros temem enfrentar o racionamento de água em 2018.

Neste cenário, o Sebrae Minas aproveita a proximidade do Dia Mundial da Água, 22 de março, para alertar os empresários como pequenas atitudes podem transformar em uma grande economia para o bolso. Confira algumas delas:

  • Não lave a calçada ou a entrada da sua empresa com mangueira.
  • Conserte vazamentos e canos furados.
  • Faça a captação e use a água da chuva para limpeza de áreas externas.
  • Não deixe a água correndo enquanto está ensaboando as louças.
  • Use uma vassoura para limpar as folhas e outras sujeiras, para gerar uma boa economia nas suas despesas.
  • Oriente seus funcionários a não deixarem a torneira pingando, ao fechá-la.
  • Saber ler o hidrômetro é muito simples e pode ajudar a detectar problemas, percebidos pelo consumo fora do normal.
  • Antes de abrir a torneira, retire o excesso de sujeira dos pratos, copos, talheres e panelas, a seco.
  • Dê preferência a equipamento que reduza o consumo de água.
  • Economize água na manutenção do jardim.
  • Lave o carro de sua empresa a seco.
  • Diminua custos de limpeza, adotando produtos biodegradáveis.
  • Utilize uma válvula (aerador) nas torneiras para diminuir a vazão da água.
  • Troque as antigas descargas com válvulas por descargas acopladas com caixa, que consomem menos água.
  • Use de maneira eficiente o ar condicionado.
  • Sinalize áreas comuns de sua empresa sobre o uso e consumo de água.
economia economia mg educação rede gerais de radio Segurança Pública saude