Notícias

GARIMPO ILEGAL NO JEQUITINHONHA RECEBE ‘GOLPE’ DA POLÍCIA

  • Nenhum comentário

Rio estava sendo morto pelos criminosos

Dezenas de viaturas foram empenhadas na Operação “Salve o Jequitinhonha”.


A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) está atuando, desde o dia 02 abril de 2019, em apoio à Polícia Federal (PF) e à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMAD), em uma megaoperação integrada de combate ao garimpo ilegal de ouro e diamantes entre os municípios de Diamantina e Couto de Magalhães de Minas, às margens do Rio Jequitinhonha, no Vale do mesmo nome.

Cerca de 244 policiais militares da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), de Montes Claros e Governador Valadares compõem a operação denominada “Salve o Jequitinhonha”. Além de viaturas quatro rodas, a ação conta com cães farejadores e de captura, aeronaves, drones e embarcações.

Mega estrutura da PM e Polícia Federal desceu para o Jequitinhonha


A comunicação operacional foi possível com o suporte da plataforma de observação elevada que, através de sua estrutura tecnológica, possibilitou a cobertura da rede de rádio em toda a área vistoriada. A atuação contou com ações de cerco e bloqueio de todas as vias de acesso ao local, apoio no cumprimento de mandados judiciais, abordagens, verificação de prontuários criminais, apoio tático operacional, apoio logístico na remoção de veículos, equipamentos e materiais apreendidos.

Binômio da PMMG atuando na ‘caça’ aos infratores às margens do Rio Jequitinhonha

Até o momento, três pessoas foram presas na operação. Também foram apreendidas oito armas de fogo, sete máquinas, três motocicletas e um caminhão. A operação continua na região.

Créditos: PMMG

Por: Jardel Gama
Fonte: PMMG