Notícias

Mineradora Anglo American, tem pedido de anulação de licença feito pelo Ministério Público Federal

  • Nenhum comentário

Portal das Gerais- O seu portal de Segurança Pública e Notícias – por Jane Huscher

O  Ministério Público Federal, por meio da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão de Minas Gerais, apresentou pedido de anulação das licenças prévia e de instalação concedidas à mineradora Anglo American.

Anglo American, foi a empresa responsável por dois vazamentos consecutivos de minério na tubulação de Santo Antônio do Grama (MG). O primeiro no dia 12 de março que liberou 300 toneladas de polpa de minério em um dos córregos da zona rural da cidade e apenas dois dias depois, a apenas 240 metros de distância do local do primeiro, outro derramamento ejetou mais 170 toneladas de polpa.

A alegação do Ministério Público Federal é que a Anglo American não apresentou os comprovantes de cumprimento de 400 condicionantes das duas primeiras etapas da operação da mina. O pedido também lista os dois vazamentos na Zona da Mata.

Os procuradores também dizem que não houve o relatório de impacto ambiental sobre o empreendimento na região. Além disso, cinco lideranças que questionaram o projeto, tiveram que entrar no programa de Proteção aos Direitos Humanos porque sofreram ameaças.

Ivan Simões, diretor de assuntos corporativos da Anglo American, disse que ainda não foi comunicado sobre o processo e que tão logo isso ocorra vai tomar as medidas cabíveis.

“Por enquanto, continuamos com as obras da etapa 3 (da mina) normalmente e com todos os projetos que temos em andamento de recuperação do mineroduto. Desde o começo de maio estamos fazendo inspeções com instrumentos de última geração que captam dados com precisão milimétrica para detectar amassamentos, ondulação, corrosão, fissuras no duto. Já passamos o aparelho 17 vezes pelo mineroduto e vimos que vazamento ele não tem. Neste momento está cheio de água e não tem vazamento. O aparelho mostra se tem algo danificado que por ventura poderia levar a uma novo vazamento”, afirmou.

agua ameaças anulação captam comprovantes consecutivos cumprimento dados derramamento ejetou empresa etapas instalação lecenças medidas mina mineradora ministério pedido portal das gerais prévias projeto região responsável segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio vazamento vazamentos