Notícias

Morre Anthony Bourdain, um dos “chef’s de cousine” mais famosos do mundo

  • Nenhum comentário

Portal das Gerais- O seu portal de Segurança Pública e Notícias – por Jane Huscher

Morreu na manhã desta hoje (8) Anthony Bourdain (61), famoso chef, escritor e apresentador da CNN. A causa da morte confirmada foi suicídio. Ele estava trabalhando na França para mais um episódio de seu programa. Quem o encontrou foi seu amigo e também chef, Eric Ripert. A rede americana CNN divulgou nota dizendo: “É com tristeza extraordinária que confirmamos a morte de nosso amigo e colega, Anthony Bourdain, seu amor pelas grandes aventuras, novos amigos e comida e bebida requintadas e as incríveis viagens pelo mundo fizeram dele um contador de história único. Seus talentos sempre nos fizeram ficar admirados e vamos sentir muita falta dele. Nossos pensamentos e nossas preces estão com sua filha e famílias nesse momento incrivelmente difícil”.

Na CNN, os profissionais não continham as lágrimas e solicitaram as pessoas que sofrem com desespero ou conhecem alguém que esteja lutando contra a depressão procure um Centro de Valorização da Vida.

Anthony Bourdain, era chef por formação e ganhou fama no restaurante francês “Brasserie Les Halles”,  localizado no sul de Manhattan. Mas foi sua carreira como autor e apresentador de TV que o tornou conhecido do público mundialmente. Publicou vários livros culinários com sucesso e apresentou vários programas sobre gastronomia.

Possuía voz rouca e  muito carisma; Viajou por todos os cantos do mundo, celebrando as mais variadas tradições culinárias.

amigo aventuras bebida carisma chef colega corpo de bombeiros policia civiil de minas gerais policia de minas gerais policia militar de minas gerais portal das gerais Rede Gerais de Comunica~ção rede gerais de radio Segurança Pública culinárias depressão desespero difícil divulgou episódio falta frança história lágrimas lutando morreu morte Mundo preces segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio suicídio trabalhando tristeza viagens vida