Notícias

O Governo de Minas, por meio de publicação nas redes sociais, anunciou, nesta quarta-feira (6), a escala de pagamento do funcionalismo público do Estado para os meses de fevereiro e março de 2019.

  • Nenhum comentário

Portal das Gerais- O seu portal de Segurança Pública e Notícias – edição Jane Huscher

O Governo de Minas, por meio de publicação nas redes sociais, anunciou, nesta quarta-feira (6), a escala de pagamento do funcionalismo público do Estado para os meses de fevereiro e março de 2019. O secretário da Fazenda, Gustavo Barbosa, apareceu em vídeo nos perfis de Romeu Zema apresentando o plano de pagamento. A primeira parcela deste mês será quitada na próxima quarta-feira (13), sendo que serão pagos até R$ 2 mil para todas as categorias e até R$ 3 mil para os servidores da Saúde e Segurança Pública.

A segunda parcela do pagamento de fevereiro será depositada no dia 25 de fevereiro, pagando o restante dos salários dos trabalhadores. De acordo com o secretário de Fazenda, Gustavo Barbosa, a divulgação do cronograma foi adotada também para o mês de março para dar mais previsibilidade sobre o pagamento do ordenado. “Seguimos essa orientação dada pelo governador Zema para que haja o provisionamento dos salários também para março”, disse.

O mesmo formato de fevereiro será mantido em março, quando a primeira parcela será depositada no dia 13. Entretanto, a segunda parcela do próximo mês só será quitada no dia 26. “Com muito trabalho, esforço e transparência estamos organizando o caixa para dar mais previsibilidade nos pagamentos dos servidores e tirar Minas do vermelho”, finaliza o governador.

13º em onze vezes 

No fim de janeiro, o governador anunciou que o 13º dos servidores públicos do Estado, que não foi pago na gestão do ex-governador Fernando Pimentel (PT), será parcelado em 11 vezes. As parcelas serão quitadas no primeiro dia útil após o dia 20 de cada mês, a partir de fevereiro, segundo o governador.

Ao todo, 679.867 mil funcionários — sendo 256.081 inativos e 52.000 pensionistas — do Estado aguardam o recebimento do 13º salário não quitado por Pimentel. A folha de pagamento mensal do funcionalismo público gira em torno de R$ 2,1 bilhões. O petista deixou para anunciar, no dia 28 de dezembro, que não teria condições de arcar com os vencimentos devido à falta de recursos. No ano passado, Pimentel parcelou o salário dos servidores em quatro vezes.(com Agência Minas)

escala funcionalismo governo mensal minas pagamento parcela petista plano portal das gerais recebimento redes sociais salário secretário segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio servidores transparência vencimentos vídeo