Notícias

O Sindicato dos Servidores da Polícia Civil de Minas Gerais (Sindpol/MG) informou que impetrou uma ação na Justiça para garantir o pagamento do 13º salário da categoria.

  • Nenhum comentário

Portal das Gerais- O seu portal de Segurança Pública e Notícias –  edição Jane Huscher

O Sindicato dos Servidores da Polícia Civil de Minas Gerais (Sindpol/MG) informou que impetrou uma ação na Justiça para garantir o pagamento do 13º salário da categoria. O benefício deveria ter sido quitado no fim de 2018, mas o governador da época, Fernando Pimentel (PT), alegou crise financeira e não efetuou o pagamento.

“Esse mandado de segurança foi impetrado exatamente para garantir este direito líquido e certo dos profissionais da área da Segurança Pública”, alegou o sindicato por meio de nota. O comunicado frisa, ainda, que “o 13º salário é destinado a todos, sejam da iniciativa privada – ou não – para o pagamento das despesas normais e impostos de início de ano, os quais são de notório e público conhecimento de todos”.

O atual governo de Romeu Zema (Novo), que herdou a dívida,  ainda não se manifestou sobre a ação judicial. Em entrevista à TV Record, na última quarta-feira (9), Zema lamentou a situação dos servidores, mas disse que, por enquanto, não há previsão de quando as remunerações serão normalizadas.

“A situação que enfrentamos é o problema do cobertor curto e isso vai perdurar até que a situação financeira do Estado esteja sanada. E (o pagamento do 13° aos servidores) só vai ser feito dentro de alguns meses após a conclusão de um acordo com o Tesouro Nacional. Eu não posso prometer nada diferente nos próximos meses”, disse. *com informações Hoje em dia

ação benefício categoria financeira garantir governo impetrou Justiça normalizadas pagamento perdurar portal das gerais previsão quitado remunerações salário sanada segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio servidores tesouro nacional