Notícias

Obra do Aeródromo Inhotim abre primeiras vagas de emprego

  • Nenhum comentário

Por Redação Portal das Gerais 

Empreendimento está sendo erguido no Distrito Industrial do Bandeirinhas oferece oportunidades para diversos cargos

As obras do Aeródromo Inhotim começaram e, com isso, foram abertas as primeiras vagas de trabalho na construção no bairro Bandeirinhas, em Betim. O processo de seleção é por meio da análise de currículo e entrevista , e está sendo realizado pela GTOP Engenharia, empresa responsável pela edificação. Além do salário compatível com o praticado no mercado, os contratados terão direito à alimentação e ao transporte. Moradores de Betim possuem preferência na seleção.

As oportunidades são para os cargos de administrativo de obra, ajudante de lubrificador, ajudante de mecânico, ajudante de topografia, ajudante geral, almoxarife, armador, carpinteiro, engenheiro de obra, engenheiro de planejamento/qualidade, estagiário de engenharia civil/ agrimensura, feitor de lubrificação, greidista, lubrificador, mecânico, motorista de caminhão, operador de escavadeira hidráulica, operador de motoniveladora, operador de pá, operador de operador de retro, operador de rolo, operador de trator de esteiras, pedreiro, técnico de segurança, topógrafo e vigia.

As contratações estão sendo realizadas de acordo com as demandas da obra e devem continuar nos próximos meses. Os interessados podem enviar currículo para rh@gtop.com.br. A primeira triagem será apenas via e-mail e, posteriormente, a empresa entrará em contato com os candidatos para dar continuidade ao processo seletivo.

Segundo o diretor da GTOP, Handerson Araújo, a expectativa é que o aeródromo crie mais de 21.000 empregos diretos e indiretos em seu pleno funcionamento. ¿Quando estiver em pleno funcionamento,  além da geração de empregos na estrutura aeroportuária, Betim irá atrair novas empresas por ter um aeródromo instalado na cidade, o que promoverá o crescimento na rede de hotelaria, restaurantes e de serviços¿, completa.

Requisitos
Para o candidato que deseja disputar as oportunidades de emprego é exigida experiência mínima de seis meses nas funções. Para os operadores de máquinas é desejável Carteira Nacional de Habilitação (CNH) – categoria C; para motoristas de caminhão CNH – categoria D e para as funções de nível técnico e superior, o certificado de conclusão do curso. A GTOP busca candidatos comprometidos com o trabalho e que estejam sempre em busca de qualificação.

O empreendimento
A construção do Aeródromo Inhotim será em uma área com cerca de 2 milhões de m², localizada no Distrito Industrial do Bandeirinhas,  distante 4 km do Centro de Betim e 15 km do Instituto Inhotim. O empreendimento com investimento da iniciativa privada estimado  em R$ 160 milhões vai atender a grande demanda de visitantes, do Brasil e do exterior, que visitam o Instituto Inhotim, um dos maiores centros de arte contemporânea do mundo.

O aeródromo também irá receber voos executivos de menor porte, voos comerciais não regulares e de carga, além de  dar suporte às atividades industriais de Betim e cidades vizinhas. Pesquisas apontam que a região tem uma demanda de aproximadamente 3 mil voos anuais, originados de diversos destinos. Com a construção do aeródromo, há a possibilidade de ampliação desse fluxo.  As atividades de turismo, comércio e de produção industrial serão ampliadas, gerando mais empregos e ampliando as atividades econômicas da região.

Parceria
Embora seja um investimento da iniciativa privada, contou com o apoio e a parceria da Prefeitura de Betim. Coube à Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semmad) a primeira ação conclusiva para a liberação das obras. O licenciamento ambiental foi garantido, com ampla participação popular e do Ministério Público, durante a deliberação, enquanto era discutida a aprovação do licenciamento ambiental, concedido pelo Codema.

A Secretaria Adjunta de Desenvolvimento Econômico (Seadec) participou diretamente dos trabalhos que resultaram no desenho do traçado da linha de transmissão – que estava interferindo no projeto do aeroporto. Também é função da Seadec trazer e receber novas empresas que querem se instalar no complexo empresarial no entorno do aeroporto, e o incentivo à divulgação do empreendimento visando outros investimentos na região.

Com o apoio do Governo Municipal ao empreendimento, a atual gestão reafirma o compromisso com o desenvolvimento socioeconômico de Betim, contribuindo com a geração de emprego e renda para a população. Para o prefeito Vittorio Medioli a cidade perdeu muito com a crise e com a fuga de investimentos. “Em um momento em que a economia não está acelerada, Betim poderá ter um surto inesperado e atípico de crescimento”, afirma. Segundo o prefeito, o aeródromo aumentará o PIB de Betim em mais de R$ 1 bilhão na primeira fase e vai gerar R$ 86 milhões em impostos para a cidade nos primeiros quatro anos. 

aerodromo inhotim betim corpo de bombeiros economia economia mg mercado de trabalho noticias de minas noticias do brasil policia civiil de minas gerais policia de minas gerais policia militar de minas gerais portal das gerais Rede Gerais de Comunica~ção rede gerais de radio Segurança Pública