Notícias

Passagem de ônibus em Belo Horizonte passa a custar R$ 4,50 a partir do próximo domingo (30).

  • Nenhum comentário

Portal das Gerais- O seu portal de Segurança Pública e Notícias –  edição Jane Huscher

Após dois anos desde o último aumento, a passagem de ônibus em Belo Horizonte passa a custar R$ 4,50 a partir do próximo domingo (30). O aumento de 45 centavos (11%) foi anunciado na manhã desta quarta-feira (26) após reunião entre o presidente da BHTrans Célio Bouzada, o secretário municipal de obras, Josué Valadão, e integrantes do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (SetraBH).

No encontro ficou acertado, também, que as empresas terão de adquirir 300 novos ônibus com ar-condicionado e suspensão a ar, além de contratar 500 novos cobradores. Em contrapartida, o Setra pediu à PBH a ampliação das pistas exclusivas na cidade e uma presença mais intensa da Guarda Municipal nos coletivos de BH, para coibir casos de violência.

“Durante esse mês de janeiro as empresas têm que contratar os novos cobradores, e no primeiro quadrimestre do ano, adquirir novos veículos”, informou Célio Bouzada.Com o aumento, as passagens de linhas que atendem vilas e favelas passam de R$ 0,90 para R$ 1,00.

As linhas alimentadoras e circulares, que antes custavam R$ 2,85, terão valor fixado em R$ 3,15. A tarifa do táxi-lotação também muda o valor, saindo de R$ 4,45, para R$ 5,00. De acordo com o presidente da BHTrans, o aumento na tarifa está abaixo do índice de inflação do setor.

O gestor afirmou ainda que a prefeitura ficou satisfeita com o acordo, mas, apesar da recomendação de contratação de novos cobradores, não garantiu a presença dos agentes de bordo nos coletivos. “A gente espera ter cobrador onde for necessário. Após primeiro de fevereiro, se não cumprirem com o combinado, serão multados”, contou. A expansão dos bilhetes eletrônicos por meio do cartão BHBus também está em pauta.

“Nós conversamos e ficou decidido um estudo para ampliar essa oferta à população com venda pela internet e aplicativos”, acrescentou. Para discutir e definir em quais áreas serão implantados os novos corredores exclusivos para ônibus, a prefeitura vai criar um grupo técnico de estudos que contará com a participação do Setra. Atualmente, a metrópole conta com 50 km de áreas de circulação restrita para ônibus;

Em janeiro, a BHTrans deverá publicar um edital de licitação para contratar os projetos das pistas exclusivas. Já sobre a presença de guardas municipais, o efetivo deve ser ampliado nos períodos da noite e madrugada. O presidente do Setra, Joel Jorge Paschoalin, diz que as empresas estudam melhorias ao transporte público com o uso da tecnologia. Dentro do pacote de medidas, está a fusão de linhas entre bairros próximos.

Paschoalin garantiu que o aumento não resolve o problema financeiro das empresas. “A gente deu um voto de confiança para a prefeitura e BHTrans, no sentido de construir uma solução. Não ter nenhum aumento agora iria trazer prejuízos às empresas e, consequentemente, à população”, explicou.

Leia também:
PBH propõe que passagens de ônibus subam para R$ 4,50; empresas não aceitam e vão recorrer
Impasse sobre tarifa de ônibus pode parar na Justiça; empresas pedem valor maior
Passagem dos coletivos em BH deveria custar R$ 6,35, diz auditoria

aumento bairros bhtrans circulação confiança contratar decidido definir empresas exclusivas financeiro inlfação linhas ônibus participação passagem pistas população portal das gerais prefeitura prejuízos resolve reunião segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio setor voto