Notícias

Polícia Militar divulgou que o Aglomerado da Serra está mais seguro em relação ao número de homicídios. A queda foi de 75%.

  • Nenhum comentário

Portal das Gerais- O seu portal de Segurança Pública e Notícias –  edição Jane Huscher

O Aglomerado da Serra está mais seguro. Ao menos é isso que divulga a Polícia Militar em relação ao número de homicídios. Em 2018, a média mensal de assassinatos no maior aglomerado de Belo Horizonte registrou uma queda de 75% em relação ao mesmo índice no ano passado. A estatística foi apresentada nesta quinta-feira (22) na unidade responsável pelo policiamento da região – a 127 Companhia da PM.

“Estamos fazendo esforços para combater o homicídio, tráfico de drogas e porte de armas na Serra. O Gepar (Grupo Especial de Policiamento em Área de Risco) tem trabalhado 24h por dia, pois se houver homicídio na região, o autor será identificado e responderá pelo crime cometido”, afirmou ao BHAZ o tenente Mauro Lúcio, do 22º Batalhão da PM. Os militares atribuem a queda de assassinatos à realização de operações em conjunto com a Polícia Civil.

No ano passado, foram registrados 17 homicídios no Aglomerado da Serra. Neste ano, até agora, foram anotados quatro – o que representa uma queda de 75% na média mensal.

Dando continuidade aos trabalhos na região, na manhã desta quinta-feira (22), foi desencadeada a operação Paz na Serra III. No aglomerado, dois jovens, de 19 e 24 anos, foram presos e nove mandados de busca e apreensão cumpridos.

Os materiais apreendidos foram: 93 pinos de cocaína, três buchas de maconha, três pistolas 9 mm, um rádio comunicador, R$ 3.564 em espécie, cinco dólares australiano, dois relógios e um celular.

Durante a operação, os jovens que foram presos tentaram fugir assim que avistaram a aproximação da PM. “Um deles tentou fugir pelos fundos da residência e o outro pulando uma casa. Acreditamos que foram informados por outros comparsas sobre a chegada da polícia”, relatou Mauro Lúcio.

Inclusive, a comunicação existente entre as facções que atuam na região é apontada pelo tenente como um dos desafios a serem superados pela PM. “Eles se comunicam entre si e isso pode ocasionar em algum crime. Por isso, a PM atua para desarticulá-las”.

Um dos jovens presos nesta manhã tem passagens por tráfico de drogas e receptação de veículo roubado. Apesar dos presos não terem passagens por homicídio, o tenente não descarta a participação deles em crimes deste tipo.

Ao longo do dia, a operação continuará e outras pessoas podem ser presas na região. Sete equipes, com 28 policiais ao todo, estão empenhadas.

aglomerado anotados assassinatos crime desencadeada esforços fugir homicídio índice jovens manhã média mensal operação passado passagens Policia militar policiamento portal das gerais queda receptação região registrou responsável roubado segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio serra trafico de drogas unidade veículo