Notícias

AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE SITUAÇÃO DA SEGURANÇA EM MINAS

  • Nenhum comentário

Acordo com o Governo pacificou a categoria e levou audiência pública para a Assembleia Legislativa


Encontro tenso acabou solução para ambas as partes


A comissão de Segurança Pública da ALMG recebe nesta sexta-feira(29) as lideranças dos agentes de segurança pública de Minas gerais. A Discussão será sobre a atual situação financeira do estado, o que atinge diretamente o desempenho dos militares, civis e bombeiros do estado.


Após intensa negociação com o Governo, a Categoria entendeu que a manifestação marcada para esta sexta-feira(29), seguida de audiência pública, no pátio do Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa, ‘perdeu o objeto’.

Fica mantida a Audiência Pública da Comissão de Segurança Pública, marcada para às 13h, com a transferência do local para a Assembleia Legislativa.

Os deputados estaduais Sargento Rodrigues, Coronel Sandro, Delegada Sheila, Eli Grilo, Bruno Engler, e os federais Subtenente Gonzaga e Cabo Júnio Amaral, representantes da Segurança Pública, foram recebidos pelos Secretários de Governo, de Planejamento e Gestão, Comandantes-gerais da PM e do BM, Chefe do Gabinete Militar, Chefe da Polícia Civil, na manhã desta quarta-feira (27/03).

Na reunião, foi retomada a pauta de negociação da classe, que inclui a quitação integral do 13°, retomada do pagamento no 5° dia útil e fim do parcelamento, reposição das perdas inflacionárias e pagamento das dívidas com o IPSM e IPSEMG.


Após intenso diálogo, os representantes do Governo reconheceram as reivindicações, permitindo avanço em alguns pontos da pauta, conforme registrado em compromisso oficial, divulgado pelo Governo:

Nota do Executivo

O Governo de Minas, em diálogo com os comandos da PMMG, CBMMG, Chefia da Polícia Civil e Gabinete Militar, e com os parlamentares vinculados à Segurança Pública, estabelece seus compromissos em relação ao setor:

1 – Pagamento integral das parcelas restantes do 13º salário, no dia 21 de maio de 2019, mantido o pagamento da parcela prevista para abril;

2 – Continuidade do repasse financeiro semanal ao IPSM, garantida normalidade dos serviços de atendimento à saúde;

3 – Pagamento integral do abono fardamento dos servidores da Segurança Pública, juntamente com a 1ª parcela dos vencimentos de junho de 2019;

4 – Diálogo contínuo com o objetivo de construir um plano de recomposição salarial das perdas inflacionárias e a retomada do pagamento no 5º dia útil de cada mês;

5 – Atitude permanente de diálogo e interlocução periódica com os comandos, chefias de corporação e representantes do setor, tendo em vista o interesse da sociedade e o bem-estar dos profissionais de segurança do Estado de Minas Gerais.”

O resultado da reunião foi levado pelos deputados para uma discussão com as entidades da classe, da qual participaram: SINDEPOMINAS, ADEPOL, SINDPOL, SINDSISEMG, ASCOBOM, SINDASP, ASPRA, CSCS e AMASP.