POLICIAL MORRE APÓS SER BALEADO EM JOÃO MONLEVADE

  • Nenhum comentário

Sargento Célio Ferreira comandava viatura encaminhada para ocorrência de ameaça de morte entre traficantes

Um policial da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), em João Monlevade (MG), na Região Central do estado, morreu após ser baleado no final da noite dessa sexta-feira (27). As primeiras informações são as de que o Sargento Célio Ferreira (46), que comandava uma viatura Tático Móvel, foi chamado para uma denúncia de rixa entre traficantes, no Bairro São João.

Um morador do Bairro teria solicitado a PM, porque seu filho estaria envolvido com traficantes, no local, e precisava de ajuda policial. De acordo com a Assessoria de Comunicação da PMMG, ao chegar ao ponto onde foram solicitados, os policiais encontraram drogas, mas os responsáveis pelo trafico, aparentemente, não estavam mais ali. Foi quanto os traficantes retornaram para o local e se depararam com os militares. ‘O Sargento já colhia informações da ocorrência e tentou até uma verbalização com os criminosos, mas os traficantes atiram e os policiais, que revidam, percebem que o Sargento Célio havia sido atingido na cabeça.’, revelou o porta-voz da Policia Militar de Minas Gerais (PMMG), Major Flávio Santiago. A vítima teria sido atingida por pelo menos três disparos de arma de fogo, que teriam saído de dentro de um barraco. Imediatamente, os colegas de farda socorreram o policial atingido e, na viatura, o levaram para o Hospital Margarina, na Cidade.

Uma aeronave da Polícia Militar chegou a ser acionada de Belo Horizonte

Sargento Célio chegou a ser atendido pelos colegas de farda, no momento em que foi atingido, e levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Foto: PMMG

para João Monlevade, mas o militar não resistiu aos ferimentos e morreu enquanto recebia atendimento na Unidade de Pronto Socorro do Hospital.

Dezenas de carros com policias de várias cidades da região foram para João Monlevade em apoio aos militares. O bairro São João foi cercado e durante toda a madrugada realizadas buscas aos autores. Por volta das 5h, três suspeitos, entre eles um rapaz de 18 anos, foram detidos e levados para a sede da Polícia Militar.

Pela manhã, o Coronel Sérvio Túlio Mariano Salazar, comandante da 12ª Região da Polícia Militar, chegou em João Monlevade para acompanhar o caso.

Este foi o primeiro militar morto em combate em João Monlevade.

O corpo do sargento Célio Ferreira será velado no Velório Municipal de João Monlevade até às 17h de hoje e depois, segue para sepultamento na cidade de Paramirim/BA.

De acordo com a PMMG, o Capitão Elias vai conceder uma entrevista coletiva às 11h no Quartel da Polícia Militar.

Sargento Célio era instrutor do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD), no trabalho com instrução de crianças.

Aguarde mais informações!

Com informações do Portal ‘O Popular JM’.

Anúncio