Notícias

Presidente Jair Bolsonaro chamou de “monstruosidade e covardia sem tamanho”, o massacre da escola estadual Raul Brasil em Suzano(SP)

  • Nenhum comentário

Portal das Gerais- O seu portal de Segurança Pública e Notícias –  edição Jane Huscher

O presidente Jair Bolsonaro chamou de “monstruosidade e covardia sem tamanho” o tiroteio na Escola Estadual Raul Brasil, realizado por 2 jovens na manhã desta 4ª feira (13.mar.2019). A dupla deixou pelo menos 10 pessoas mortas na cidade de Suzano (SP).

A mensagem está no perfil do Twitter do presidente. Eis o tweet:

Jair M. Bolsonaro

@jairbolsonaro

Presto minhas condolências aos familiares das vítimas do desumano atendado ocorrido hoje na Escola Professor Raul Brasil, em Suzano, São Paulo. Uma monstruosidade e covardia sem tamanho. Que Deus conforte o coração de todos!

Mais cedo, o Palácio do Planalto havia divulgado uma nota sobre o assunto. De acordo com o comunicado, o país foi “mais uma vez abalado por uma grande tragédia”. Leia a íntegra.

A mensagem foi divulgada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. O governo oferece ao Estado de São Paulo “total apoio para auxiliar na apuração dos fatos”.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública também divulgou nota na qual afirma que auxiliará o governo paulista.

O vice-presidente Hamilton Mourão e os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Ricardo Vélez (Educação) e Sérgio Moro(Justiça e Segurança Pública) comentaram o caso:

Onyx Lorenzoni 🇧🇷

@onyxlorenzoni

Meus sentimentos às famílias das vítimas do terrível atentado em Suzano.

562 pessoas estão falando sobre isso

Ricardo Vélez

@ricardovelez

Recebo com muita tristeza a notícia de que crianças e um funcionário foram brutalmente assassinados na escola Prof. Raul Brasil, em Suzano, SP. Meus sentimentos às famílias. Expresso meu repúdio a essa manifestação de violência. Acompanharei de perto a apuração dos fatos.

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, manifestou solidariedade às vítimas no plenário da Corte durante a sessão desta 4ª feira (13.mar.2019).

“Não podemos aceitar que o ódio entre em nossa sociedade”, discursou o ministro.

apuração assassinados brutalmente corpo de bombeiros crianças dupla escola famílias fatos mensagem monstruosidade perfil portal das gerais presidente segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio sociedade tiroteio tragedia tristeza tweet twitter violência