Notícias

ROGÉRIO CENI GARANTE CRUZEIRO AO MÁXIMO POR VAGA NA FINAL DA COPA DO BRASIL

  • Nenhum comentário

O treinador destaca o aspecto psicológico dos profissionais envolvidos no clássico

Há mais de duas décadas, Rogério Ceni e grandes decisões são termos que caminham juntos. Campeão de torneios importantes em diversas ocasiões, o treinador terá sua primeira oportunidade de fazer história no Cruzeiro em um mata-mata na noite desta quarta-feira, contra o Internacional, em Porto Alegre, em partida que vale vaga na final da Copa do Brasil 2019.

Com a missão de escalar o melhor time e elaborar a melhor estratégia para encarar o forte adversário, Ceni destaca que o aspecto psicológico dos profissionais envolvidos em um clássico desta envergadura também pesa na hora da decisão.

“Tem muito emocional, psicológico, se preparar bem, não entrar na loucura do jogo, na provocação. Acho que o mais importante é botar a bola no chão e jogar. As equipes que conseguiram jogar com a bola no chão e chegar na linha de frente, no campo de ataque com essa bola em posse, causaram mais problemas [ao Inter]. Não venceram, mas causaram mais problemas”, analisa o técnico.

Com sete pontos conquistados em nove disputados nos seus primeiros três jogos pelo Cruzeiro no Campeonato Brasileiro, Rogério acredita que a boa pontuação da equipe neste seu início de trabalho na Toca da Raposa 2 é um bom combustível para dar confiança na eliminatória desta quarta, onde só a vitória interessa ao time estrelado.

“Dá confiança, apesar do jogo abaixo do que eu esperava contra o Vasco. Sabia da dificuldade de se enfrentar o Vasco, mas achei que a gente poderia ter produzido um pouco mais. Mas o resultado traz a confiança. A situação real é complicada ainda no Campeonato Brasileiro, mas sete pontos ajudam a gente a sair daquele perigo iminente, a gente dá uma distanciada um pouquinho da zona de rebaixamento, mesmo estando na 16ª posição. As duas vitórias com o empate trazem confiança pro jogo desta quarta-feira. Vamos tentar achar a melhor formação que vai tentar machucar um pouco mais o Internacional. É um jogo difícil, todo mundo sabe, mas não é impossível. Ninguém vem conseguindo vencer o Inter em Porto Alegre. Quem sabe não sejamos nós?”, ressalta o treinador, que garante estar bastante focado no grande objetivo do Clube e de toda a torcida.

“Eu, como todo torcedor do Cruzeiro, também farei o máximo, tentando o máximo, para que a gente consiga levar o Cruzeiro pelo terceiro ano consecutivo numa final de Copa do Brasil”, reforça.

Rogério Ceni em Treinamento na Toca da Raposa II, em Belo Horizonte. Foto: Vinnícius Silva

Com três semanas de Clube, o técnico da Raposa acredita que, aos poucos, tem conseguido implantar sua metodologia de trabalho junto aos atletas, embora o número de treinamentos ainda esteja longe do ideal.

“Estamos aí no 13º treino, acho, desde que chegamos aqui. O tempo é muito curto e a gente não pode botar a intensidade que a gente gostaria, pois tem jogo no final de semana. Agora com jogos de meio de semana diminui ainda mais a carga de treinamentos. Mas, estou tentando mais ou menos colocar o estilo que implantei no São Paulo e no Fortaleza, um estilo de um pouco mais de posse, de agressão, de velocidade. Claro que não é do dia para a noite, as peças ainda estão um pouco soltas no tabuleiro, mas vamos tentar devagarinho, tentar acertar o Cruzeiro e fazer o Cruzeiro cada vez mais forte”, salientou Ceni.

Cruzeiro e Internacional entram em campo nesta quarta-feira, às 21h30, no estádio Beira-Rio, com transmissão da TV Globo para todo o Brasil. Ao time celeste, interessa apenas a vitória. Por dois ou mais gols, a vaga à final da Copa do Brasil virá de forma direta. Caso a Raposa vença por um gol de diferença, a disputa será decidida nos pênaltis.

#Rogério Ceni #Cruzeiro #Copa do Brasil #Semifinal #por vaga na final