Sargento Alexandre, presidente da Ascobom, opina sobre o comando do IPSM !

  • Nenhum comentário

APERTEM OS CINTOS PORQUE OS CORONÉIS SUMIRAM

Quiseram administrar a Caixa Beneficente da PMMG, instituição essa que foi idealizada e criada por um grupo de Praças. Talves acharam que para administrar uma instituição deste porte, teria que ser um oficial por causa do status e competência.

Tiram completamente os praças da administração do projeto que eles criaram, tornaram o IPSM uma autarquia pública. De lá para cá o IPSM nunca mais deixou de tomar calote do governo e com a colaboração dos oficiais que a administraram.

Devo lembrar aos nobres coronéis, que além de competência para administrar uma instituição como o IPSM, precisa também ter muita coragem para enfrentar as adversidades e obstáculos.

Nós podemos culpar os Governadores Eduardo Azeredo e o Pimentel, bem como muitos outros governadores que governaram Minas, mas a culpa é na verdade dos coronéis que sempre permitiram os ratos dentro do navio, nunca foram leais a família militar nesta questão mas sempre deixaram os governantes usurpar as finanças do Instituto e o que é pior, sempre os desvios foram feitas de forma velada e com a autorização dos coronéis.

Esta na hora dos coronéis devolverem o IPSM para a gestão dos praças, que embora em tese, não tenham a mesma competência e status dos oficiais, mas é provado que tem muito mais coragem e não abrem mão da lealdade. E é tudo que precisamos para o nosso Instituto de Previdência dar certo e se reerguer…

Uma das propostas da Ascobom com os candidatos a governo do estado de Minas para 2018, é que a administração seja mista, com três conselhos, um conselho administrativo, um conselho deliberativo e um conselho fiscal eleitos por todos os contribuintes titulares por tempo determinado.

Eu sei que é difícil lagar do osso, mas para o bem de todos está na hora de passar o bastão, se quisermos continuar tendo um Instituto de Previdência.

Coronéis, precisamos abrir mão das vaidades e do ego para vivermos em comunidade, o senhores tem entre outras competências, a responsabilidade de cuidar da tropa, não podem ignorar esta questão.

Lembre-se que somos todos por um e um por todos …

Sgt Alexandre Rodrigues
Presidente da Ascobom

administrar adversidade autarquia bastão caixa beneficiente calote competência competências coragem coronéis corpo de bombeiros policia civiil de minas gerais policia de minas gerais policia militar de minas gerais portal das gerais Rede Gerais de Comunica~ção rede gerais de radio Segurança Pública governadores governo grupo ignorar navio oficiais oficial portal das gerais porte questão ratos segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio todos tropa um