Notícias

Senado argentino rejeita projeto que legalizaria o aborto no país

  • Nenhum comentário

Portal das Gerais- O seu portal de Segurança Pública e Notícias –  por Jane Huscher

Na madrugada desta quinta-feira (9), o Senado da Argentina rejeitou o projeto de lei que legalizaria o aborto no país. A sessão durou cerca de 16 horas e o projeto foi recusado por 38 votos contra, 31 a favor e duas abstenções.

A proposta que havia sido aprovada pela Câmara, permitiria interromper a gravidez até as primeiras 14 semanas de gestação e o aborto poderia ser realizado em qualquer hospital ou clínica. O projeto também obrigava o Estado a cobrir o custo total do procedimento, como medicamentos e tratamentos de apoio se necessário.

A interrupção da gravidez na Argentina é permitida em casos de estupro ou que ofereçam risco à vida da mãe, nas demais situações, a prática é crime e penaliza em até quatro anos de prisão.

Do lado de fora do congresso milhares de pessoas contra e a favor da causa se manifestavam. E após o resultado, os que são a favor do projeto, informaram que irão apresentar uma nova proposta para a descriminalização da prática.

aborto abstenções clínica congresso crime descriminalização estupro gravidez Hospital interromper lei madrugada pessoas portal das gerais prática prisão projeto proposta recusado rejeitou segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio senado vida