Notícias

Um avião da Ethiopian Airlines, que voava da capital da Etiópia, Adis Abeba, para Nairobi, no Quênia, caiu neste domingo (10) com 157 pessoas a bordo

  • Nenhum comentário

Portal das Gerais- O seu portal de Segurança Pública e Notícias –  edição Jane Huscher

Um avião da Ethiopian Airlines, que voava da capital da Etiópia, Adis Abeba, para Nairobi, no Quênia, caiu neste domingo (10) com 157 pessoas a bordo. Segundo informações do CEO da empresa, Tewolde G Medhin, que está no local da queda, não há sobreviventes. O avião levava 149 passageiros e 8 tripulantes.

Dados da rede Flightradar24 ADS-B mostraram que a velocidade vertical da aeronave ficou instável depois da decolagem. As causas do acidente, porém, ainda não desconhecidas.

Por meio de nota, a Ethiopian Airlines afirmou que o voo ET 302 caiu perto da cidade de Bishoftu, 62 km a sudeste da capital Adis Abeba, seis minutos após decolar. Ainda, segundo a empresa, o avião era um Boeing 737-800 MAX, número de registro ET-AVJ.

O que se sabe até agora:

  • O avião perdeu contato 6 minutos após decolar do Aeroporto Internacional de Nairobi
  • A aeronave decolou às 8h44 (horário local)
  • 157 pessoas estavam a bordo do avião, sendo 149 passageiros e 8 tripulantes
  • Segundo a empresa, não há sobreviventes
  • Passageiros de 33 países estavam a bordo da aeronave, de acordo com autoridades locais

Vítimas

O escritório do primeiro-ministro etíope, Aby Ahmed enviou condolências, via Twitter, aos familiares. Por meio da rede social, a companhia aérea informou ainda que “estão em curso as operações de busca e socorro”.

A estatal etíope é uma das maiores transportadoras do continente em tamanho de frota. No ano passado, transportou 10,6 milhões de passageiros. A Boeing, empresa que construiu o avião, disse no Twitter que está “monitorando a situação de perto”.

A aeronave 737 Max-8 é um modelo relativamente novo, lançado em 2016. Foi adicionado à frota da Ethiopian Airlines no ano passado. Outro avião do mesmo modelo esteve envolvido em um acidente 5 meses atrás, quando um avião da Lion Air caiu no mar próximo à Indonésia com quase 190 pessoas a bordo.

Ethiopian Airlines

A Ethiopian Airlines tem voos para muitos destinos na África, o que a torna uma empresa popular em um continente onde muitas companhias voos apenas de seus países para destinos fora da África.

Ela tem um boa reputação em relação à segurança, apesar de um de seus aviões ter caído em 2010 no Mar Mediterrâneo logo após deixar da cidade de Beirute, no Líbano. O incidente matou as 90 que estavam a bordo.

O maior número de mortos em um acidente da empresa até hoje é de um acidente em 1996, quando um avião que havia sido sequestrado caiu em um voo entre Addis Ababa e Nairóbi.

A aeronave foi sequestrada por três etíopes que queriam asilo na Austrália. O combustível do avião acabou se esgotando e um dos motores morreu. Os pilotos tentaram um pouso de emergência na água, mas a aeronave atingiu um recife de corais no oceano índico e 123 das 175 pessoas morreram.

(*com informações da BBC Brasil)

avião bordo caiu empresa etiópia passageiros pessoas portal das gerais queda quênia segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio sobreviventes tripulantes voava