Notícias

Uma poderosa explosão seguida de incêndio numa padaria na região central de Paris deixou ao menos dois mortos e dezenas de feridos neste sábado (12/01), informou a polícia local.

  • Nenhum comentário

Portal das Gerais- O seu portal de Segurança Pública e Notícias –  edição Jane Huscher

Uma poderosa explosão seguida de incêndio numa padaria na região central de Paris deixou ao menos dois mortos e dezenas de feridos neste sábado (12/01), informou a polícia local.

As autoridades suspeitam que a explosão, ocorrida por volta das 9h (hora local), tenha sido causada por um vazamento de gás. Segundo as autoridades locais, dez pessoas estão gravemente feridas, e outras 37 apresentam ferimentos leves.

Bombeiros removeram feridos do local através de janelas e retiraram moradores de suas casas devido à fumaça que saía da padaria, localizada na Rue de Trévise, no 9º arrondissement, uma área residencial e comercial.

Testemunhas descreveram o forte barulho da explosão. “Parecia um terremoto”, disse um morador. Janelas estouraram, carros foram danificados, e prédios a centenas de metros de distância, abalados. Uma enorme coluna de fumaça foi vista de vários pontos da cidade.

“A onda de choque espalhou-se pelas quatro ruas adjacentes a cerca de 100 metros e estamos investigando todos os lugares para ver se há outras vítimas,” disse no local o comandante dos bombeiros de Paris, Eric Moulin.

“Ainda precisamos determinar as circunstâncias e as causas da explosão, mas neste momento podemos dizer que foi claramente um acidente, presumivelmente um vazamento de gás”, afirmou o procurador de Paris, Rémi Heitz.

A explosão ocorreu em meio a um forte esquema de segurança na capital francesa e em seus arredores por conta da nona rodada de protestos dos chamados “coletes amarelos”, anunciada para este sábado.

Os “coletes amarelos” têm protestado desde novembro contra o aumento nos preços dos combustíveis e contra reformas fiscais propostas pelo governo francês, que, segundo eles, atingiriam desproporcionalmente as classes trabalhadoras. Eles pedem também a renúncia de Macron e a reintrodução do imposto de solidariedade sobre a riqueza.

Após os distúrbios da semana passada, o Ministério do Interior francês optou por voltar a aumentar o dispositivo policial, com 80 mil agentes mobilizados em todo o país, 5 mil deles em Paris.

*Com informações DeutscheWelle

abalados adjacentes agentes arredores aumento capital centralautoridades coletes amarelos combustiveis dispositivo distância disturbios explosão francesa imposto incêndio investigando metros mobilizados mortos padaria poderosa policial portal das gerais preços propostas região riqueza ruas Segurança segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio solidariedade terremoto trabalhadoras